sexta-feira, 30 de abril de 2010

Play-Beckett na CCMQ

video


“... o último, e surpreendente, espetáculo estreado em 2009. (…)o bacana é que quando você acha que já viu tudo, vem uma gurizada nova que te surpreende.”Luiz Paulo Vasconcellos, Aplauso, nº104.


“Não vemos a hora passar, não sentimos a pressão de entender o que não deve ser compreensível, nada é mais interessante do que acontece em cena.” Rodrigo Monteiro, blog teatro: crítica teatral, 08/12/2009.


de 14 de maio a 6 de junho de 2010 -
21h (sextas e sábados) 20h (domingos)

Teatro Bruno Kiefer - 6° andar
R$ 12,00 antecipado na livraria Bamboletras,
R$ 20,00, no local, 50% de desconto para cartão ZH, estudantes, idosos e
40% de desconto para classe artística.


veja a programação da Casa de Cultura Mario Quintana

quinta-feira, 15 de abril de 2010

domingo, 4 de abril de 2010

Projeto: "Olhares para o Trágico"

As montagens e encenações propostas pelo Projeto ‘Olhares para o Trágico’, visam dar prosseguimento à pesquisa desenvolvida pelo GRUPOJOGO, com base em textos clássicos da dramaturgia mundial. O que se justifica com a intenção de possibilitar ao espectador aproximar-se destas obras de grande efeito para a construção da literatura dramática, e relacioná-las às situações e vivências da sociedade contemporânea.
A pesquisa para a encenação de textos de Eurípides e Samuel Beckett, resultou em dois espetáculos, dois olhares para diferentes obras de períodos históricos que marcaram de certa forma o modo com que podemos observar a evolução do pensamento humano nas criações dramáticas.
O princípio antropológico e filosófico do trágico que se encontra em inúmeras formas de expressões artísticas e mesmo na existência humana é o ‘marco-zero’ deste projeto, que propõe a circulação dos espetáculos ‘Fenícias’ e ‘Play-Beckett’, em cartaz no Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana, a partir do mês de maio.

O Primeiro Olhar

‘Play-Beckett’ tem como fio condutor Esperando Godot e os poemas Cascando, Que Palavra Será, O Calmante, Que Faria? e Sobressaltos, de Samuel Beckett, na qual os clochards X e Y, como variáveis expressões matemáticas inacabadas, como a representação do homem eternamente à espera de algo ou de alguém que satisfaça às suas aspirações, em meio ao absurdo da existência.
‘Play-Beckett’ parte da interação entre as duas formas de manifestação das artes cênicas – a dança e o teatro – compreendendo-as como formas de criação e produção artística inseparáveis, visto que no seu surgimento eram estudadas e encenadas de forma a se complementarem.
Esta interação privilegia as características em comum da dança e do teatro, através do estudo de diferentes técnicas corporais, que não fazem uma separação dentro das artes performáticas, como os trabalhos propostos por Rudolf Von Laban e Vsevolod Meyerhold.

Direção, Concepção e Roteiro:
ALEXANDRE DILL E IGOR PRETTO
Textos:
SAMUEL BECKETT
Coreografia e Iluminação:
IGOR PRETTO
Intérpretes:
ALEXANDRE DILL E GUSTAVO SUSIN


O segundo Olhar

‘Fenícias’, escrita por volta de 411 a.C., propõe outro enfoque ao mito de Édipo, escrito por Sófocles. A partir da visão feminina e maternal de Jocasta, conta-se o destino de uma cidade assolada pela maldição lançada aos irmãos Polinices e Etéocles, filhos de Édipo, que disputam, enfurecidos, o cetro herdado.
Em tempos de guerras funestas e verdadeiras batalhas civis, a analise do referido texto, demonstra que a busca desmedida pelo poder, são incapazes de alterar um destino inevitável: o de sofrimento e de desgraça humana.
Em tempos de afirmação cada vez mais forte das energias femininas, a visão de Jocasta, esposa e mãe de Édipo, insere a história da guerra pela cidade de Tebas em um contexto muito mais emotivo, e expõe uma mazela que permanece viva nos dias de hoje: a guerra entre irmãos, entre povos de origem única.
O GRUPOJOGO apresenta este trabalho com ênfase na fusão do movimento, da música e da palavra falada, com referências nas concepções de Rudolf Von Laban, Antonin Artaud e Eugênio Barba.

Direção:
ALEXANDRE DILL
Orientação teórica:
PAULINA T. NÒLIBUS
Texto:
EURÍPIDES
Coreografia e Iluminação:
IGOR PRETTO
Intérpretes:
ALEXANDRE DILL, CAROLINE LAZZAROTTO, GUSTAVO SUSIN,
IGOR PRETTO, VALQUIRIA CARDOSO E VICENTE VARGAS


SERVIÇO:

Play-Beckett
De 14 de maio a 06 de junho
Sexta e sábados às 21 horas, domingos às 20 horas.
Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana

Fenícias
De 18 de junho a 11 de julho
Sexta e sábados às 21 horas, domingos às 20 horas.
Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana

Ingressos:

12 Reais (antecipado na Livraria Bamboletas)

12 reais classe artistica somente na bilheteria


20 reais (na bilheteria) 50% de desconto Assinante ZH, estudantes e idosos.


Todos os domingos 5 (cinco) ingressos cortesia, com distribuição de senhas 1h antes do espetáculo.

Informações pelos telefones (51) 8183 3196 / (51) 8182 6558 / (51) 8166 5925 ou pelo e-mail grupojogo@gmail.com